O São Paulo estreou na noite desta quinta (12) na Copa Sul-Americana com um empate em 0 a 0 contra o Rosário Central, na Argentina.

Fora a dificuldade e pressão que é jogar no estádio Gigante de Arroyito lotado, com toda a tradicional festa dos torcedores argentinos, a equipe brasileira teve que se virar com um jogador a menos em cerca de 50% da partida.

O zagueiro Rodrigo Caio foi expulso aos 35 minutos do primeiro tempo após entrada dura no atacante Marco Rubén.

O cartão vermelho quebrou o sistema de jogo com três zagueiros que o técnico uruguaio Diego Aguirre havia escalado para a partida.

A expulsão também deixou a equipe são-paulina nervosa. Jogadores discutiram muito com a arbitragem, e o preparador físico do clube, Fernando Pignatares, acabou expulso.

Quando o time colocou a cabeça no lugar, equilibrou as ações no jogo. O fato é que a equipe argentina pouco criou e se mostrou limitada.

Aos 36 min da segunda etapa, o meio-campo Carrizo, do Rosário, também foi expulso. 

O São Paulo conseguiu segurar a natural pressão dos donos da casa no final do jogo e saiu de campo com o empate.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo mês. O confronto de volta será no dia 5 de maio, no Morumbi. Um 0 a 0 leva a partida para os pênaltis. Empates com gols dão a classificação aos argentinos.

Na segunda (16), o time tricolor estreia no Campeonato Brasileiro contra o Paraná, às 20h, em casa.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here