Com “sete ou oito mudanças” programadas pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o Palmeiras enfrenta o Botafogo de Ribeirão Preto nesta quarta (23), às 21h, em seu primeiro jogo no Allianz Parque neste ano.

Após o empate com o Red Bull por 1 a 1 na estreia, em Campinas, o atual campeão brasileiro busca a primeira vitória no Campeonato Paulista.

Apenas o goleiro Weverton, o meia Gustavo Scarpa e o atacante Felipe Pires deverão ser mantidos na equipe. Inscritos nesta terça (22) no Estadual, o meio-campista Moisés e o atacante Carlos Eduardo, contratado do egípcio Pyramids em dezembro, são as novidades.

“Nós vamos inscrevendo conforme a necessidade”, anunciou Felipão no último domingo (20).

Também se espera que o capitão Bruno Henrique inicie o duelo com o Botafogo. Já Dudu, que atuou os 90 minutos diante o Red Bull, provavelmente ganhará folga.

As modificações na escalação serão constantes no Palmeiras desta temporada. Foi usando essa tática que Scolari manteve o alviverde vivo em três frentes (Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores) no segundo semestre de 2018  e terminou o ano com o título do Nacional. Para o Paulista de 2019, já adiantou que rodará bastante o farto elenco que o clube lhe deu.

“Todo o mundo tem de trabalhar para estar pronto e dar as condições de o Felipão usar quem ele acha que tem de usar. O mais importante é ter boas opções, e isso o Palmeiras tem. Independentemente de quem jogue, é essencial para a equipe buscar uma boa performance. Todos querem jogar. Há uma competitividade legal entre a gente, mas a decisão de quem joga é sempre do Felipão”, disse Weverton.

A concorrência no elenco fará com que nomes importantes fiquem fora do Paulista. É provável que o meia-atacante Ricardo Goulart, que ainda não está em plena condição física, seja inscrito apenas no mata-mata. Contratado do Ceará, o atacante Arthur Cabral corre risco de também ficar fora.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here