A polícia francesa disparou bombas de gás lacrimogêneo contra manifestantes na avenida Champs Elysées, em Paris, neste domingo (14), poucas horas depois de o presidente Emmanuel Macron liderar a parada militar ao lado de líderes europeus em comemoração ao aniversário da Queda da Bastilha.

Logo após o desfile terminar, a avenida foi reaberta para o tráfego, mas um grupo de pessoas ligadas ao movimento coletes amarelos tentou ocupar a via. O canal de televisão BFM mostrou imagens da polícia atirando as bombas para dispersar os manifestantes, alguns mascarados, que tentaram bloquear o caminho com barricadas de metal, lixeiras e ouros utensílios.

​Vários foram ouvidos. Os coletes amarelos atiraram objetos na polícia, vaiaram e incendiaram uma lixeira.

Mais cedo, a polícia francesa disse que 152 coletes amarelos foram detidos. Segundo o jornal Le Monde, a maior parte foi por infrações de organização de manifestação não declarada, desacato a autoridade, degradação de bens públicos e porte ilegal de arma.

Dois líderes do movimento foram colocados sob custódia por organização de manifestação ilícita, ainda de acordo com o jornal francês. Outro líder também foi detido, mas não o motivo não foi divulgado.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here