Na semana passada, a americana Cori ​Gauff, 15, fazia em Londres uma prova de ciências da escola onde estuda na Flórida. No dia seguinte, ela entraria em quadra para disputar —e vencer— o último jogo do torneio qualificatório de Wimbledon.

Nesta segunda (1º), a adolescente estreou na chave principal com vitória sobre a compatriota Venus Williams, 39, por 2 sets a 0 (duplo 6/4).

Campeã do torneio juvenil de Roland Garros no ano passado, Gauff nunca havia disputado uma partida profissional de Grand Slam até então. Número 273 do ranking, ela recebeu um convite para disputar o qualificatório e aproveitou, emendando três vitórias.

 

Venus, por sua vez, venceu Wimbledon cinco vezes (2000, 2001, 2005, 2007 e 2008), duas delas antes de Gauff nascer, em 13 de março de 2004. Os outros dois títulos de simples em Grand Slam da ex-número 1 do mundo, conquistados no US Open, também antecedem o nascimento da jovem.

“Eu falei para ela: obrigado por tudo o que você fez. Eu não poderia estar aqui sem você. Sempre quis dizer isso para ela”, afirmou Gauff após o jogo.

Ela é a mais nova a vencer uma partida na chave principal feminina desde a americana Jennifer Capriati, em 1991.

Venus e Serena Williams são citadas por Gauff como inspiração para sua carreira. Recentemente, seu pai e treinador, Corey Gauff, falou ao The New York Times sobre a importância do legado das irmãs para a jovem.

“A família Williams em geral me fez perceber que isso é possível. Não existia muita cor no esporte, e particularmente em nosso país, garotas afro-americanas não jogavam tênis”, disse.​

A vitória desta segunda é mais um feito precoce da adolescente, que há dois anos tornou-se a mais jovem a alcançar a final juvenil do US Open. Ela é agenciada pela Team8, empresa de Roger Federer, e possui contratos de patrocínio com as empresas New Balance e Barilla.

A adversária de Gauff na segunda rodada será a eslovaca Magdalena Rybarikova.

O primeiro dia de Wimbledon foi marcado por outras zebras, como as derrotas do grego Stefanos Tsitsipas (sétimo cabeça de chave) para o italiano Thomas Fabbiano, por 3 sets a 2, e do alemão Alexander Zverev (sexto cabeça de chave) para o tcheco Jiri Vesely, por 3 a 1.

Segunda favorita da chave feminina, a japonesa Naomi Osaka foi eliminada por Yulia Putintseva, do Cazaquistão, por 2 sets a 0.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here